Todos sabemos que o ciclismo, assim como qualquer outra atividade física, consome energia do nosso corpo. Muitos recorrem aos suplementos vitamínicos que nada mais são do que uma outra fonte de energia, mais concentrada.

 

 

Para facilitar, vamos separar os principais em algumas categorias:

 

 

1º – Whey – fonte rica em proteína. Indicado para quem quer ganhar massa muscular. Os aminoácidos presentes no whey agem diretamente no músculo e após a pedalada regeneram os tecidos.

2º – Glutamina: A glutamina auxilia no controle imunológico do organismo. Como o ciclismo exige bastante da musculatura e a deixa fragilizada, a glutamina age diretamente nesta fraqueza.

3º – Multivitamínico: A atividade física exige que as vitaminas necessárias para o bom funcionamento do organismo estejam “em dia”. Muitas vezes, o tempo de recuperação para a próxima atividade não é suficiente para que as mesmas sejam produzidas pelo corpo. Assim, os multivitamínicos são importantes neste quesito. As principais vitaminas para o ciclista são as “A”, “C” e “E”. além de zinco e cálcio.

4º – BCAA: esses aminoácidos são uma ótima fonte de vitaminas e promovem o crescimento muscular. Além disso, aumentam a resistência do organismo e consequentemente o desempenho na atividade física. Ainda, torna a recuperação pós pedal mais eficiente e evita a perda dos tecidos (diminuição) da massa muscular.

5º – Isotônicos: São as bebidas que hidratam o corpo. Para evitar uma desidratação, os sport drinks ricos em eletrólitos e carboidratos promovem a reposição dos nutrientes que o ciclista mais consome durante a prática do ciclismo. O sódio, potássio, cálcio, são facilmente eliminados através do suor e precisam ser repostos o mais rápido para que consigamos chegar até o final do percurso de forma saudável e sem fadiga muscular.

6º – Gel energético: o famoso carboidrato em gel podem ser ingeridos antes e depois dos pedais. Antes, eles ajudam a manter a resistência muscular e evitam a fadica/cansaço. Após, auxiliam na recuperação.

Como qualquer tipo de alimento, recomendamos sempre que antes de qualquer ingestão você procure um especialista para utilizar o correto suplemento, direcionado para sua atividade física e intensidade dela, bem como, utilizar da correta maneira e quantidade certa. Se você curtiu essa dica do Bike do Sul, compartilha com a galera e bons pedais!!